segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Vai Andorinha..




Quem inventou a saudade não sabia que doía tanto...
Esse estado em que o corpo entorpece de tanto querer
Acorda no meio da madrugada querendo teu gosto
Sentindo a fragrância do teu corpo suado de amor
Se perde em pensamentos insanos cheios de prazer
Vai andorinha...conta pra ele que minha alma padece
O sorriso emudece procurando a retina dos teus olhos
E o coração a todo instante pergunta: aonde anda você?!
Vai andorinha...voa longe, voa alto e traz ele pra mim
Ah!! Quem inventou a saudade não sabia que doía tanto assim.


samira

2 comentários:

  1. Oi, samira.
    Passei e deixei um beijo linda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi minha linda..seja sempre bem vinda...
      muitos beijos a ti florznha...

      Excluir